Compre um carro com prova suave

Ao decidir comprar um carro, devemos pensar em número de pedidos, ou vamos procurar o projeto perfeito para nós mesmos na concessionária de carros, ou vamos tirar a coleção da comissão. Ambas as soluções criam suas próprias decisões e defeitos, e quais delas serão mais ideais para nós, depende de nossas preferências individuais e também das liberdades financeiras. O benefício mais importante dos carros usados ​​e a desvantagem dos novos é o seu valor. Graças ao fato de que eles são mais acessíveis do que carros diretamente do salão, exatamente a única quantidade que podemos comprar o modelo, mesmo para maior qualidade. O valor do carro que sai do salão imediatamente começa a cair. Depois de um ano, ela diminui em cerca de 30% e, após três anos, será possível transferi-la por apenas 40% a 50% do preço de compra. A queda nas vantagens é particularmente eficaz no caso de carros muito luxuosos, usados ​​como um bem de luxo. É por isso que a compra de um carro de três anos é o mais importante. Como regra geral, eles não são mais explorados e seu preço em contato com o importante valor e aparência do carro é o mais eficaz. Comprar um carro antigo (apesar do fato de que às vezes há muitos carros baratos pode mostrar uma decisão fatal. Em primeiro lugar, as despesas com reparos podem se revelar mais importantes do que o próprio carro. Em segundo lugar, podemos ser vítimas de um trapaceiro, que esconde várias decisões e fatos únicos de nós, como a prova de progresso.

A vantagem dos novos veículos é definitivamente que somos livres para escolher o dispositivo e a cor. Mesmo os menores detalhes podem ser adaptados aos seus próprios assuntos e preferências. Comprar um carro de segunda mão não permite que você escolha uma extremidade ampla para trapacear em papéis menos importantes. A ampla gama oferecida pelos salões é na medida em que atende aos requisitos dos motoristas mais exigentes. O carro comprado no salão tem uma garantia, que é sem dúvida uma vantagem, mas também se aplica a outros custos. Somos obrigados a financiar os reparos provenientes da exploração comum e, para não perdermos essa declaração, devemos realizá-los em salões autorizados, onde eles são muito mais caros. Comprar um carro é uma operação durante a qual devemos fazer a causa, não apenas seu valor, e as possíveis despesas que concordam com seu uso. Ao comprar um carro no salão, garantimos que não seremos enganados quanto à sua forma, mas perderá muito no preço, portanto, qualquer venda será desfavorável para nós. Se tomarmos uma decisão arriscada sobre a compra de um carro usado, ele pode se manifestar como um poço sem fundo e o dinheiro transferido para ele será bastante desperdiçado do que investido. Portanto, lembre-se de verificar seu nível e comportamento com boa desconfiança para a mulher de quem o compramos. Vale a pena ir a uma comissão comprovada, que é uma boa opinião. É uma garantia para nós que não seremos vítimas de um trapaceiro. Você deve avaliar cuidadosamente suas rotas financeiras. O novo carro, embora usado, é a opção mais sensata, apesar de tudo, o que consideramos o remédio mais perfeito para nós.